Sobre o ministério

poderdaoracao

O Poder da oração

A oração nada mais é do que falar com Deus. Muitas pessoas acreditam que para se dirigir ao Pai Celestial é preciso ser formal, usar palavras rebuscadas e tratar o Criador como um ser superior distante. Mas isso não é verdade. Também existem aqueles que acham que Jesus Cristo foi alguém iluminado, um profeta importante, de quem devemos nos aproximar com toda cautela. Está aí um outro grande engano. Por fim, há quem se sinta perdido em qualquer tentativa de oração. E, sem saber o que dizer, se achando meio sem jeito, acaba recorrendo às únicas palavras “sagradas” que conhece: “Pai nosso que estás no céu, santificado seja o Vosso nome”. Sim, essa oração tão antiga, e linda, é poderosa, mas você não precisa se dirigir a Deus apenas dessa forma. Aliás, o famoso “Pai Nosso”, nos traz ensinamentos preciosos e pode nos orientar a como falar com o Senhor.

É incrível perceber que Jesus, ao nos ensinar essa oração no capítulo 6 do livro de Mateus, se refere a Deus como Pai. Ele começa a falar com o Todo Poderoso de um jeito íntimo, próximo, simples. Ele não usa nenhum nome pomposo como: Excelentíssimo Deus, Santíssimo Senhor, Majestoso Criador. Nada disso. Jesus não utiliza nenhum pronome de destaque, nem qualquer título, mas O chama de uma maneira amorosa e informal. Cristo usa uma das primeiras palavras que todo mundo aprende tão logo comece a se aventurar pelo mundo dos fonemas. Ele chama Deus de Pai. Sabe o que isso quer dizer? Que você tem livre acesso a Ele. Você pode simplesmente chamá-lO, sem cerimônia, para uma boa conversa. Não é necessário nada além do seu desejo de falar, de ser ouvido e de escutar o seu Pai.

Se você tem uma boa relação com o seu pai terreno, é bem provável que não encontre nenhuma dificuldade. Mas se esse não for o caso, pare por um segundo e pense no pai que você gostaria de ter. Como ele seria? O que ele te diria? O que você falaria a ele? Quais segredos você sussurraria ao pé do ouvido? Como ele reagiria quando você enfrentasse um grande problema? Você conseguiu pensar? Leve o tempo necessário para refletir.

Bem, o que eu quero dizer é que o seu Pai Celestial é infinitamente melhor do que qualquer figura que você possa idealizar. E sabe o que é mais incrível? Ele se interessa por tudo o que você tem a dizer. Ele quer te ouvir. Não como um chefe, como um líder espiritual, ou como uma entidade celeste. Ele tem prazer em te escutar como Pai. Assim como fazemos questão de ouvir as primeiras palavras dos nossos filhos, às vezes até filmamos para garantir que esse momento incrível fique registrado e jamais se perca, Deus não perde nunca o que você fala para Ele. Posso te dar uma sugestão? Que tal aproveitar este exato momento para fechar os olhos, pensar no Senhor, e simplesmente chamá-lO? Você pode falar baixinho, alto, de pé, ajoelhada, chorando ou sorrindo. Apenas pense nEle com todo o seu coração e diga do jeito que se sentir a vontade: “Pai”. Você fez isso? Eu fiz. Pronto. Acabamos de começar a nossa oração.

Outro elemento incrível dos ensinamentos de Jesus, que está ainda nessa primeira frase é: “Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o Vosso nome”. Quando nos achegamos a Deus, entendendo que Ele é o nosso Pai, percebemos que estamos rodeados por irmãos. Essa primeira frase nos ensina que fazemos parte de uma família, tão logo reconheçamos a paternidade divina. Você não está sozinha. Ao se encontrar como filha de Deus, você vai se deparar com irmãos que possuem o mesmo sangue que você: o sangue de Cristo. Aquele, que foi derramado na cruz do Calvário para salvar a humanidade e nos reconciliar com Deus. Ele não é apenas o seu Pai. Ele é meu também. Assim, como de cada uma das pessoas que o recebem em seu coração. Mas além de tudo isso, Ele é santo. Sabe o que isso quer dizer? Que Ele é diferente. Ele não é alguém comum, que age como qualquer pessoa. Ele se preocupa com o que é correto, com o que é justo, com o que é santo.

Mas é importante dizer que assim como a oração nos ensina, precisamos buscar compreender o que Ele pensa, como Ele age, o que Ele sonha. Por isso, está escrito: “Venha a nós o Vosso reino. Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como nos Céu”. Podemos agir por nós mesmas, fazer o que queremos sem consultá-lO. Podemos nos comportar como filhas rebeldes ou podemos pedir que Ele nos oriente, e que apesar dos nossos desejos, a vontade dEle seja feita. Podemos confiar que Ele é um Pai zeloso, que sabe o que é melhor para cada uma de nós.

Quando Jesus diz: “O pão nosso de cada dia nos dai hoje”, Ele nos ensina que estamos falando com um Deus que está atento ao que precisamos. Nada do que você disser a Ele é simples demais, insignificante demais, bobo demais. Se Jesus nos diz que até o alimento diário nos é dado por Deus (ainda que seja comprado com o dinheiro suado do trabalho), Ele está atento a essa necessidade, que é a mais básica de qualquer ser humano. Você pode falar com o seu Pai sobre qualquer coisa, inclusive sobre aquilo que você acredita que é muito pequeno para Ele se importar. O seu Pai tem uma porção diária de amor para oferecer.

Assim como fazemos as nossas refeições com frequência, também é importante falarmos com Ele diariamente. No livro de João, versículo 6, capítulo 35 Jesus diz: “Eu sou o pão da vida. Aquele que crê em mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede”. Algumas versões dizem: “Quem vem a mim não terá mais sede ou fome”. Sabe o que isso quer dizer? Que quando você se relaciona com Deus você é saciada. Seu vazio interior desaparece. Suas questões são preenchidas por Ele. O seu Pai alimenta a sua alma e te faz completa. Não parece algo maravilhoso? Essa sensação extraordinária está ao seu alcance. Basta você recorrer a Ele. Que tal você dizer agora mesmo algo para Deus? Algo simples, talvez não muito importante, mas que é sincero? Vamos lá! Você não precisa repetir as palavras de ninguém. Apenas continue a construir a sua própria oração.

Outro ensinamento poderoso que Jesus nos traz é sobre o perdão. Quando Cristo diz: “Perdoai as nossas ofensas assim perdoamos quem nos tem ofendido”, Ele nos revela a essência do Seu amor. A Bíblia nos diz que o pecado nos separou de Deus. Em Isaías 59, nos versículos 1 e 2 , o profeta explica que as nossas maldades nos afastaram do Senhor, mas ao mesmo tempo os braços dEle não estão encolhidos, nem Seus ouvidos surdos, ao que clamar. Isso não é incrível? Quando reconhecemos o sacrifício que Jesus fez na cruz para nos salvar, quando percebemos que não somos perfeitas e que precisamos dEle todos os dias das nossas vidas, passamos a desfrutar desse acesso direto ao Pai. A vida está difícil? Clame! Seus filhos estão passando por uma fase ruim? Clame! O dia está complicado? Clame! Você está enfrentando um problema? Clame! Desafios familiares estão tirando o seu sono? Clame! Seu filho está sendo rebelde? Clame! Deus é o seu Pai!. Ele te ouve, te compreende, te perdoa pelos seus erros. Ele apaga o seu passado. Ele limpa os seus equívocos.

Assim como os pais terrenos amam seus filhos, cuidam, corrigem, ensinam o que é certo e perdoam pelas atitudes indevidas, Deus também o faz. Então, aceite esse amor, fale com o seu Pai o que não está correto. Se abra com Ele, como você gostaria que seu filho fizesse com você. Abrace esse perdão e seja livre! Porém, há algo mais nesta oração poderosa. Nos também devemos perdoar as pessoas que falham conosco. Pode parecer difícil, mas não é impossível. Alguma situação veio a sua mente? Existe alguém que você precisa perdoar? Seu marido te feriu? Seus filhos te decepcionaram? Você está chateada consigo mesma? Se esse for o caso, compartilhe agora mesmo com o Pai celestial. Use as suas próprias palavras. Fale o que vier a sua cabeça. Desabafe. Isso também é oração.

“Não nos deixeis cair em tentação, mas livra-nos do mal”. Quem nunca pediu a Deus, mesmo em pensamento, para que mantivesse coisas ruins bem longe? Basicamente é isso que Jesus nos ensina. Ele nos mostra com essa frase tão simples algo absolutamente poderoso. O seu Pai tem o poder de te livrar do mal. Ele pode te ajudar a passar pelos momentos difíceis, dolorosos. Ele pode te conduzir por um caminho em que você seja mais forte que as tentações, independente do que vier pela frente. Compreenda que você pode passar por situações que você preferiria evitar, mas aqui aprendemos que podemos pedir ao nosso Pai que nos livre. Não estamos sozinhas nos momentos difíceis. No livro de Salmos está escrito no capítulo 23, verso 4: “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, Tu estás comigo”. No livro de João, capítulo 16, versículo 33, o próprio Jesus diz para termos bom ânimo porque Ele venceu o mundo. Ele foi tentado, foi provado, foi testado, mas o filho de Deus recorreu ao Pai e superou cada uma das adversidades. O mesmo socorro que foi oferecido a Cristo está disponível a você.

Jesus encerra a oração que, Ele cita como exemplo nas Escrituras, de uma forma linda e natural. Ele simplesmente diz: “Porque Teu é o Reino, o poder e a glória, para sempre”. Sabe o que Ele quer te falar com isso? Que o seu Pai é o dono de tudo que há no mundo. Ele é o Criador, Aquele que deu vida a todas as coisas, inclusive a você! Jesus nos lembra que temos alguém que é eterno ao nosso lado. E a Bíblia também nos diz, em Romanos 8,31 que se Ele é por nós, quem será contra nós? Sim, o seu Pai, a quem você tem livre acesso, é poderoso, é glorioso e não tem fim. E por meio de Jesus Cristo você pode simplesmente chamá-lO da maneira mais simples que existe, revelar suas fraquezas, suplicar a sua dose diária de força, encarar suas limitações, pedir perdão pelos seus erros, perdoar quem te feriu, reconhecer que Ele é Deus sob todas as circunstâncias e confiar que Ele pode transformar a sua casa, os seus filhos, o seu marido e você mesma.

Ao abraçar essas verdades você pode usufruir da intimidade que há apenas entre quem é família, quem tem o mesmo sangue, entre pais e filhos. Sem distância, sem formalidade, sem falsidade. Você pode simplesmente escancarar seu coração, com as palavras que você conhece e mergulhar no relacionamento mais incrível que existe. Não há uma fórmula, nem um jeito certo. A sua oração é entre você e Ele. Apenas abra os seus lábios e deixe as palavras surgirem naturalmente. Seu Pai está ansioso para te ouvir.

Você está pronta?