Nem tudo é o que parece

As fotos postadas pela jovem mostram lugares lindos, roupas charmosas e um corpo incrível. Tudo parece estar em perfeita harmonia, mantendo uma casualidade impecável. O sorriso descontraído, os gestos leves e até a luz. Mas as legendas das fotos postadas ao longo de quase 200 semanas foram alteradas recentemente. A dona da conta do Instagram o fez propositalmente. Essena O’Neill disse ter se cansado da falsidade que existe nas redes sociais e que por isso optou por desmascarar o que está por trás de cada imagem. “Rede social não é vida real”, ela escreveu.

A garota apagou mais de 2 mil fotos que ela já tinha postada ao longo dos anos, e as que manteve deixou mensagens diferentes. Na que aparece usando um determinado vestido, ela conta que foi paga por uma empresa para fazer isso. Em outra ela revela que tirou mais de 100 fotos para garantir que a barriga saísse perfeita, enquanto gritava com a irmã mais nova que estava por trás dos cliques. Ela ainda diz que provavelmente não tinha comido nada naquele dia. Ela foi contratada para fazer uma postagem promovendo o biquini.

E assim Essena foi mostrando que toda a espontaneidade das imagens que publicou no Instagram não passava de publicidade.

“Eu estava com acne aqui, isso é um monte de maquiagem. Eu estava sorrindo porque pensei que ficava bonita. Felicidade baseada em estética vai sufocar o seu potencial aqui na Terra”.

“Minha primeira foto no Instagram. Eu me lembro de checar obsessivamente quantas curtidas eu tinha durante uma semana. Eu ganhei tipo cinco. Isso foi quando eu estava desesperada por aceitação em rede social. Isso foi 173 semanas atrás. Agora, marca o dia em que abandonei todas as redes sociais e passei a focar em projetos da vida real”.

Essena passou a questionar o que a motivava a postar. Fazer com que as pessoas quisessem ser como ela? Viver como ela? Se vestir como ela? Ter o corpo perfeito que ela tinha? E ainda por cima ganhar dinheiro com publicidade? A garota, que adorava se mostrar como alguém natural e espontânea, confessou que tudo o que fazia era para se tornar famosa nas redes sociais. Mas ao alcançar a meta, descobriu que isso não era mais suficiente. Por isso Essena se definiu como uma farsa.

A atitude de Essena nos leva a questionar como usamos nossas redes sociais. Qual o objetivo do que postamos? O que queremos conseguir verdadeiramente quando tiramos uma foto e escrevemos uma legenda? Essena enxergou que as motivações dela estavam erradas, e assim joga uma luz nos comportamentos da nossa sociedade real e virtual.

Passamos muito tempo com o celular na mão acompanhando o que acontece nas vidas das pessoas. E querendo ou não somos influenciados pelo o que vemos. Mas muitas vezes nos esquecemos que nem tudo o que é postado é sincero, verdadeiro ou honesto. O que vemos é uma vida editada. E aqui cabem algumas reflexões:

Que tipo de padrão está sendo criado pelas redes sociais? Que tipo de inspiração está sendo promovida? Será que devo acreditar em tudo o que vejo? Será que preciso mesmo seguir as tendências que são postadas diariamente? Em função de que estamos vivendo? Qual a relevância e o propósito do que postamos? Usamos as redes sociais para auto-promoção? Para ostentar um padrão de vida que muitas vezes nem se tem? Estamos ensaiando a espontaneidade e vivendo por conta de uma imagem criada?

A Bíblia nos ensina que o homem vê o exterior, mas o Senhor se preocupa com o nosso coração. Não há nada de errado em postar fotos de viagens, restaurantes, usando roupas caras, fazendo passeios ou se divertindo com a família e amigos. Errada é a motivação que pode estar por trás disso. Se postamos só para ostentar, para atingir alguém, ou para mostrar uma vida que não vivemos, é preciso repensar.

Está na hora de nos preocuparmos menos com a perfeição do ângulo da foto. Está na hora de sermos mais honestas com as pessoas ao nosso redor, com as que nos conhecem apenas virtualmente, e principalmente, com a gente mesma. Está na hora de se preocupar menos com o que as pessoas pensam de nós e mais com os momentos que estamos perdendo enquanto estamos curtindo uma realidade virtual.

Quem postou?
Compartilhe!