A lenda da vitória-régia

 

vitoria

Recebemos Virginia em uma de nossas reuniões e de uma maneira profunda ela nos levou a refletir, fez um comparativo entre a lenda da vitoria régia e nós mulheres.

Existe uma lenda indígena para descrever a criação da vitória régia. Segundo a história, a Lua era uma deusa que escolhia meninas virgens das aldeias para transformá-las em estrelas. Uma jovem guerreira chamada Naiá sonhava com o dia em que também seria levada. Os anciãos da tribo tentavam alertá-la de que isso significava a morte. Porém a indiazinha não se importava e vivia com a expectativa de ser escolhida. Até que uma noite ela saiu para caminhar entre as montanhas. Cansada, parou à beira de um lago. Observando a água Naiá viu o reflexo da Lua. Cega pelo desejo de se tornar uma estrela, ela se jogou no lago, na esperança de ser acolhida pela deusa e transformada em estrela. Naiá morreu afogada e a Lua, compadecida, a transformou em uma “Estrela da Águas”, a vitória-régia.

Bem, não é necessário dizer que essa lenda não passa de uma mentira. Conforme está escrito na Bíblia, Deus criou todas as coisas. Mas as lendas também têm uma função. Elas nos levam a refletir sobre a vida.

Assim como a menina da lenda, muitas mulheres se afogam todos os dias por não conhecerem o Criador. Mulheres que vivem sem objetivo e sem firmeza de propósito. Mulheres infelizes, inquietas, preocupadas, que agem dessa forma por não terem um relacionamento com Deus. Mulheres que não ouvem conselhos.

A lenda conta que os próprios pajés da tribo avisaram à Naiá de que ela não devia perseguir a Lua. Mas na história ela os ignora e toma a decisão sozinha. Infelizmente uma situação muito frequente, já que todas nós conhecemos pessoas que acreditam não precisar de ouvir ninguém. Porém, mulheres que se acham autosuficientes se afogam. Nós precisamos umas das das outras, mas acima de tudo precisamos de Deus.

Existem muitas mulheres solitárias que vivem em comunidades. Várias que se sentem sozinhas, mesmo tendo muitos “amigos” e “curtidas” nas redes sociais. Mulheres que se perdem porque se esquecem de quem são em Deus. Mas somente saberemos quem somos em Deus se nos relacionamos com Ele.

O plano de Deus para nós não é para sermos infelizes, solitárias, ou para pularmos no lago em busca de ilusões. Ele nos fez para habitar em família, para termos uma vida abundante. Quando descobrimos quem somos no Senhor, percebemos que nada pode mudar isso. Afinal, essa se torna a nossa essência. Quando descobrimos a importância de nos relacionarmos com Deus arrumamos tempo para isso. Independente do ambiente em que estamos inseridas.

Voltando à lenda da vitória-régia, podemos aprender outras coisas com ela. Muitas vezes queremos a lua e caímos nas profundezas das águas. Essa planta tão curiosa nos leva a observar a diversidade da criação de Deus. E assim, olhando para nós mesmas, vemos como somos diferentes umas das outras e também dos nossos maridos. Deus nos fez assim. Por isso não queira ser alguém que Ele não te fez para ser. Valorize-se.

A vitória-régia é totalmente aquática. Quanto mais profundas as águas, maior é a raiz ! Quanto mais profunda for a sua comunhão com Deus maior será a sua raiz. Essa planta também serve de alimento para os índios. Que possamos servir de alimento para as pessoas ao nosso redor, principalmente para os nossos filhos e para os nossos maridos.

Além disso, a vitória-régia, além de ser linda, de servir de alimento, também é forte. Ela aguenta carregar até 40 quilos. Dá para acreditar? Para uma planta isso é muita coisa! Sabe o que isso nos ensina? Que podemos carregar os fardos uns dos outros, mesmo quando parecemos fragéis. Vocé pode ajudar a levar as cargas dos seus filhos e do seu marido. Muitas vezes falamos demais e magoamos as pessoas com facilidades. E assim, infelizmente, podemos ser mais destruidoras do que ajudadoras… E não foi para isso que Deus nos criou.

Por fim, as flores da vitória-régia são perfumadas! Ela tem tanto perfume que os besouros ficam dentro dela por cerca de dois dias e depois saem distribuindo pólen para outras plantas. Da mesma forma acontece com os nossos filhos. Eles vivem conosco por anos, dentro das nossas casas, debaixo das nossas asas. Eles são os nossos discípulos e levarão por onde andarem tudo o que absorvem de nós. Se temos perfumes dentro das nossas vidas, é isso que eles levarão.

Sim, a lenda da vitória-régia é uma história criada pelo homem. Mas se observarmos atentamente essa linda planta criada pelo Senhor, temos muito o que aprender.

Deus te abençoe!

 

 

Quem postou?
Compartilhe!