3 Passos para criar Filhos Bons em um mundo mau

82063017_1498910876926644_4150732767962857472_nCrie filhos bons Com esses 3 passos.
Hoje estamos falando sobre criar filhos bons em um mundo mau.
Todas nós queremos filhos bons. A bondade é um fruto do espírito, e com certeza queremos ver os frutos do espírito cultivados em nossos filhos.
Como nosso mundo parece ficar mais cruel, parece mais difícil criar filhos bons. Eles estão cercados de crueldade nas mídias sociais e na Internet em geral. Então, como criamos filhos com corações bondosos em uma atmosfera cruel?
ANTES DE TUDO
Mude sua visão de sucesso
Não baseie o sucesso do seu filho na visão do mundo. O mundo diz a você que sucesso significa criar um filho para se tornar um adulto com muito dinheiro, poder e notoriedade.
Deus define o sucesso de maneira diferente.
Se olharmos para a Bíblia, fica claro que uma criança bem-sucedida é aquela que se alegra, se preocupa com os outros, ama o Senhor, irradia os frutos do espírito, etc.
Faça seus filhos andarem na ofensiva e não na defensiva
Eu costumava me preocupar constantemente com meus filhos tendo que lutar contra os caminhos do mundo. Então ouvi Deus me dizer: “Você precisa ensinar a seus filhos impactarem o mundo e não somente se defender dele.

Nossos filhos não são chamados para sobreviver no mundo mas para mudar o mundo.

1. SEJA EXEMPLO
Começa com você.
Você é uma pessoa boa e gentil?
Nossos filhos percebem a crueldade ao seu redor.
Seus filhos estão sempre observando
A mídia social é um lugar comum para as pessoas esquecerem de ser gentis. Você responde a comentários cruéis em suas mídias sociais com comentários igualmente cruéis?
Mesmo que os comentários sejam direcionados a outra pessoa e você queira defendê-la, você responde de maneira cruel.
Recentemente, alguém respondeu a um comentário meu inocente no IG com uma acusação cruel e cruel. Embora eu quisesse responder com raiva ou excluir o comentário, senti que Deus queria que eu respondesse como ele faria. Minha resposta gentil levou a outra pessoa a pedir desculpas!
Lembre-se de que você terá que fazer sua carne passar para ser uma pessoa boa e gentil. Você pode não conseguir a última palavra. Você pode não ganhar a discussão. No entanto, você ganhará muito mais pelos seus filhos.
2. AJUDE-OS A VIVER ISSO
Você não pode simplesmente dizer a eles: “Seja bom (a) e gentil”. Você precisa explicar qual o caminho para chegar lá.
Eu costumava dizer aos meus filhos para irem limpar o quarto deles, mas nunca era limpo direito. Eu tive que entrar e explicar a eles o que significava limpar bem o quarto deles. Isso significava apontar as roupas necessárias e a cama que precisava ser arrumada.
Aqui estão algumas maneiras de ajudar seus filhos a viver a bondade:
Indique maneiras pelas quais eles podem ser bons. Por exemplo, quando digo aos meus meninos para irem buscar os sapatos na sala de estar, eles dizem: “Mas esses não são meus”. Explico que essa é uma ótima maneira de ser gentil, guardando os sapatos de outra pessoa.
Incentive atos aleatórios de bondade. Eu mantenho uma pilha de notas de um dólar em casa e, quando vejo um dos meus filhos fazendo um ato aleatório de bondade, eu os recompenso com um dólar. Isso reforça que a bondade é uma coisa boa.
Encontre versículos para compartilhar com eles. Se você encontrar um versículo da Bíblia sobre bondade (e há muitos!), Imprima-o, pendure-o onde seus filhos possam vê-lo e incentive-os a memorizá-lo e aplicá-lo.
3. ENCORAJE-OS COM ELOGIOS
Certifique-se de reforçar positivamente a bondade com muitos elogios. Se possível, elogie seu filho na frente dos outros.
Gosto de recompensar meus filhos por atos de bondade diante dos outros, para que saibam que, mesmo quando acham que suas ações vão passar despercebidas, tudo o que fazem é importante. Eles podem ter ajudado alguém em silêncio, mas eu os elogio publicamente.
Tente incentivar seus filhos especificamente e intencionalmente. Seja uma mãe boa e gentil.

eirickaPor Eiricka Braga

Quem postou?
Compartilhe!
  • Leidiane Sousa

    Interessante. Gostei da ideia de elogiar sempre na frente dos outros. Tenho um filho de 18 anos e uma menina de 1 ano. Percebo alguns erros cometidos por mim na criação do mais velho e estou em busca de acertar agora com a mais nova. Por isso preciso todos os dias da misericórdia do Senhor na minha vida e caminhar lado a lado de mulheres sábias e focas no reino como é vocês do mães que oram.